terça-feira, 7 de outubro de 2008

Castro Daire

Mapa: Castro Daire (clique para ampliar)
INFORMAÇÃO GERAL A bonita vila de Castro Daire fica alcandorada numa encosta da serra de Montemuro, caracterizada pelo verde da paisagem e pela vegetação abundante. Já habitada no período neolítico, como provam os vários dólmens encontrados na zona, Castro Daire foi utilizada como guarnição militar pelos romanos, que ali construíram uma ponte sobre o rio Paiva. Na vila, são muitas as casas antigas de fachadas elegantes, e o museu municipal exibe uma óptima colecção etnográfica de toda a região.



A cerca de seis quilómetros de Castro Daire, no belo vale do rio Paiva, vale a pena admirar, na localidade de Ermida (Paiva), a igreja românica de finais do século XII, situada na vertente oeste da serra de Montemuro.

Em Soutelo, a recém-restaurada Capela de Santa Eufémia, do século XIII, possui quatro pinturas do século XVII que retratam a vida de Jesus Cristo.

Na freguesia de Mamouros, as Termas do Carvalhal, enquadradas pelas serras de Montemuro e da Arada, oferecem boas instalações ao turista, com hotel e parque de campismo, e as suas águas são utilizadas para tratar diversas afecções.

Ao longo do concelho, pequenas aldeias típicas ainda apresentam o tradicional casario de granito e velhos moinhos comunitários, como é o caso de Gosende.

O artesanato de Castro Daire reflecte o secular modo de vida da população e as suas raízes rurais, com trabalhos em barro negro, tecelagem em linho e lã, tamancos, cestaria de verga e capas de palha.

A gastronomia é suculenta e baseada nos produtos da terra, com destaque para o cabrito no forno, a orelha de porco com arroz de feijão, o presunto fumado, os enchidos e o saboroso pão de milho caseiro.

Isabel Joyce
http://viajar.clix.pt/geo.php?c=107&&lg=pt&loc=Castro%20Daire&oc=Aldeias

1 comentário:

GUILHERME PIÃO disse...

Deve ser lindo e aconchegante, só que faltou ilustrar com fotos.
Sou curioso e como estou do outro lado do oceano umas fotos seria bom...
Abraços